A Confraria dos Conquistadores de Mulheres é para todos os homens! As mulheres têm de ser conquistadas e bem conquistadas! É um direito delas! Nós abolimos as cantadas já prontas! O que fazemos é incentivar todos a conquistarem quem eles quiserem da melhor forma!

sábado, janeiro 07, 2006

Como dar prazer a ela


Por Dalila Magarian


O.K., você é o melhor. Ninguém duvida que você enlouqueça qualquer felizarda que tenha tido o privilégio de tê-lo como amante. Mas as mulheres, essas insaciáveis, continuam querendo mais, mais, mais. Ufa! Para ajudá-lo a penetrar (ops!) nesse fechado e concorrido clube dos que Sabem Fazer Tudo O Que Elas Gostam (E Nem Precisam Ser Superdotados) fomos buscar na fonte (as mulheres, aquelas insaciáveis, claro) o definitivo mapa do prazer feminino. Anote, respire fundo e siga passo a passo. É mais simples (e muuuuuuito mais divertido) do que programar o videocassete.


Preliminares

Couro Cabeludo: Pode parecer estranho, mas essa parte do corpo esconde sensações das mais incríveis.

Explore as áreas erógenas: Use a ponta dos dedos para percorrer a região próxima à nuca, depois suba como se estivesse escrevendo um V para perto das orelhas. Repita a operação dos dois lados, primeiro de leve, depois com um pouco mais de pressão, tomando cuidado apenas para não embaraçar os fios do cabelo. Você também pode dar algumas mordidinhas no couro cabeludo dela e no pé da nuca e depois assopre. Ela se surpreenderá com a novidade.

Rosto: Detenha-se particularmente nos olhos, lábios e orelhas.Explore as pálpebras: Formadas por terminações nervosas, elas são muito sensíveis. Passe a língua sobre elas com delicadeza, dê uma série de beijinhos, toque os cílios com os lábios e a língua.

Capriche nas orelhas: Percorra alternadamente toda a parte interna e externa com a língua ligeiramente umedecida (não a encharque de saliva para não deixá-la surda) e não se esqueça de dar leves mordidas no lóbulo. Respire sensualmente bem perto da orelha, para fazê-la arrepiar-se. Sem que ela esteja esperando, enfie a ponta da língua no orifício e faça movimentos circulares.

Beije com perfeição: Roce os seus lábios nos dela e rastreie com a ponta da língua, intercalando com beijinhos. Prenda o lábio dela entre os seus dentes. Só depois invada sua boca com vigor. Explore a gengiva e o céu da boca. Interrompa o beijo suavemente, sem trancos, e comece de novo com o mesmo empenho.

Pescoço e Ombros: As duas regiões são receptivas às carícias.Mordidas no pescoço: Mulheres não gostam de ficar marcadas, portanto controle o impulso. Não se concentre apenas no pescoço, mas suba e desça à vontade. Depois lamba e acarice com os dedos, ou sopre suavemente logo após uma lambida. Cuidado para não machucá-la com a barba por fazer. Repita o procedimento nos ombros e na nuca.

Seios: É preciso dedicar atenção aos mamilos. Muitas mulheres não conseguem se excitar completamente sem a estimulação direta dessa região. Brinque com o biquinho: Belisque-o de leve e enrole-o com a ponta dos dedos. Segure-o com a mão, como se estivesse tocando um vaso raríssimo. Mulheres adoram veneração. Lamba o bico com a ponta da língua em movimentos circulares, alternando com um vaivém rápido. Você logo notará que ele endurecerá. É o momento de sugá-lo de leve, depois com um pouco mais de vigor, prestando atenção nas reações dela (se estiver gostando, provavelmente ela arqueará o peito para cima, como se estivesse pedindo mais). Além de acariciá-lo com a ponta dos dedos, esfregue-o de leve com o centro da palma das mãos.

Mãos: Massagens, lambidas e mordidelas nos dedos podem despertar sensações indescritíveis.Com a língua, faça movimentos circulares bem no centro da palma, escorregando para os dedos. Em seguida, enfie um dos dedos na boca, sugue-o e morda-o de leve.

Pernas e Coxas: A parte de trás das pernas é muito sensível, assim como atrás do joelhos e a parte interna das coxas. Comece pelos tornozelos: Percorra com mãos leves os tornozelos, passe pelas panturrilhas e siga até o interior das coxas. Mas não se detenha por aí! Recomece explorando com a ponta dos dedos uma perna de cada vez e dê vários beijinhos atrás dos joelhos, com lambidinhas rápidas. Só então volte para as coxas e faça movimentos circulares com as mãos (ou a boca) no sentido anti-horário. Ela praticamente perderá os sentidos

Bumbum: Mesmo as que têm bumbum pequeno se deliciam com carícias nessa área, geralmente esquecida na hora das preliminares. Melhor começar a esquentar a área muito antes do sexo anal, certo?Vá fundo nos afagos: Essa região pede que você a apalpe com mais vigor, fazendo carícias e massagens fortes, alternando com beijos e mordidas (leves). Vire-a de bruços na cama ou sobre o seu colo, como uma menininha prestes a levar umas palmadas (e dê algumas, massageando em seguida!). Não se esqueça da área conhecida como rego, justamente aquela que divide os dois lados das nádegas. Passe a língua sobre essa linha, acaricie o cóccix e desça delicadamente, mas não chegue até o ânus por enquanto.

Invista na área da dobra: A dobra é justamente aquela área fronteiriça entre as coxas e o bumbum, qualificadíssima para carícias que a levarão ao êxtase. Use os polegares para escorregar de uma ponta à outra, do centro para as extremidades, com pressão moderada (lembre-se: sua intenção não é fazer cócegas). Em seguida percorra toda a extensão com a língua endurecida e assopre. Para ficar mais confortável para você, coloque um travesseiro debaixo do corpo dela, deixando o bumbum mais elevado.

Axilas: Outra parte que costuma ser desprestigiada, vai proporcionar gemidos de prazer. Faça-a sua refém: Nada melhor do que explorar as axilas segurando a gata pelos pulsos com os braços estirados para trás. Beije e lamba à vontade, circulando com a língua, chegando até a parte interna dos braços. Parado aí, dê mordidinhas, terminando por lamber e soprar as axilas mais uma vez.

Barriga: Há uma verdadeira linha do prazer entre o umbigo e a área dos pêlos pubianos. Invista nas lambidas: Dê início à sua deliciosa tortura circulando o umbigo da parceira com a língua. Enfie-a depois no orifício e parta desse ponto para baixo, descendo até a linha onde os pêlos começam a crescer. Mude a direção sem aviso prévio, traçando uma linha horizontal. Termine sugando o umbiguinho dela.

Períneo: Essa região localiza-se entre a vagina e o ânus e possui uma pele fina e delicada, uma das mais sensíveis da anatomia feminina.Pressione com os dedos: use o indicador e o dedo médio para fazer leves pressões nessa área. Depois solte por alguns segundos e recomece. A pressão deve ser firme, mas não a ponto de machucá-la. Passe a língua, mordisque de leve. Mas não se entusiasme demais: ainda não é hora de chegar à vagina (não por enquanto).

Pés: Com milhares de terminações nervosas, seria um desperdício esquecer essas partes.Massageie os pezinhos dela: Não é preciso ser um expert. Use os seus polegares para massagear a planta dos pés com movimentos firmes, mas seja suave e delicado na hora de tocar os dedinhos. Puxe cada um deles levemente para fora, depois enfie um a um em sua boca para rápidas lambidas e termine sugando o dedão com vigor. Ela se renderá.

As técnicas para tirar a roupa da sua gata

Não tenha pressa! Mulheres apreciam ser admiradas como quadros numa galeria de arte. Você pode começar desabotoando a blusa, mas espere um pouco mais para abrir o sutiã. Como se diz por aí, a expectativa já é metade do prazer. Aproveite para beijar o mamilo pela fenda do sutiã, levante a saia dela até em cima e puxe a meia-calça para baixo, sem se preocupar em tirar uma e outra de uma vez só. Aproveite para elogiar várias partes do corpo dela, a escolha da roupa, a maciez do tecido, qualquer coisa que soe sincero. Se ela estiver vestindo calça comprida, abra o zíper devagar. Se tiver dificuldade, não hesite em solicitar a ajuda da moça. É melhor do que rasgar uma roupa cara.

Sexo Oral: Não tenha dúvidas. O sexo oral, ou cunilíngua, é uma das variantes sexuais favoritas das mulheres. O que fazer:

Elogie-a ao máximo: Antes de começar o sexo oral propriamente dito, deixe claro que você adora o cheiro natural de sua vagina e também o seu gosto. Só assim irá deixá-la bem à vontade e sem nenhum vestígio de timidez.

Tenha paciência: Embora o sexo oral possa levá-lo ao clímax rapidamente, o mesmo não acontece com as mulheres. Não sempre.

Explore a região: Na região da genitália feminina, existem três pontos capazes de fazer qualquer mulher levitar: o clitóris, os lábios vaginais e a vagina. Os três devem ser explorados pela sua língua (tomando o cuidado de não ferí-la com um possível bigode ou a barba por fazer). Os movimentos devem ser variados, assim como a pressão, para evitar amortecer a área ou mesmo machucar a pele. Açoite de leve o lugar com a ponta da língua, faça penetrações na vagina (também com a língua) e dê longas lambidas nos pequenos lábios e toda a região de baixo para cima e de um lado para o outro.

Não pare: Só porque também ficou excitado, não significa que deva parar e tentar uma penetração sem um convite dela. Se estiver cansado, use os dedos para massagear o clitóris enquanto você descansa a língua um pouco. Mas, se perceber que ela está prestes a gozar com os movimentos ritmados de sua hábil língua, não pare o que estiver fazendo em hipótese nenhuma, sob pena de receber um cartão vermelho.

Saia da cama: Você pode fazer sexo oral em qualquer lugar, desde que seja confortável para ela. Algumas mulheres preferem cadeiras à cama, porque podem acompanhar visualmente o trabalho do parceiro. O elemento surpresa conta pontos. Já imaginou brindá-la com uma cunilíngua rápido no elevador ou no banheiro do avião?

As melhores posições para levá-la ao êxtase

Não é verdade que você não possa ler os pensamentos de sua garota e descobrir como levá-la ao êxtase na hora da transa. Explicamos, a seguir, quais são as posições de que elas mais gostam e pedem aos céus que você proponha.

Papai-e-Mamãe: Mulher embaixo, homem em cima. Bem sabemos que a posição parece manjada, mas costuma ser muito apreciada pelas mulheres. Tenha, porém, a cortesia de evitar a posição caso esteja muito acima do seu peso ideal.

Como fazer:Use um travesseiro debaixo do bumbum dela: Desse jeito, fica mais fácil massagear o clitóris de sua gata com a base do seu pênis durante os movimentos de vaivém. Falando nisso, esqueça o rigor técnico e faça movimentos circulares com o pênis, de modo a massagear a região toda. É garantia de prazer total para ela.

Mexa as mãos: Nada de deixar as mãos inertes enquanto estiver no bem-bom. Segure-a com firmeza pelo bumbum e levante os quadris em direção ao seu corpo, como se quisesse possuí-la cada vez mais. Se quiser vê-la chegar ao orgasmo mais depressa, escorregue uma das mãos para baixo e massageie o clitóris da parceira ao mesmo tempo que a penetra. É tiro e queda.

Faça uso da boca: Aproveite a posição que deixa cabeça com cabeça e use a língua para emitir palavras ou gemidos de prazer enquanto se movimenta. As mulheres gostam de saber o que o homem está sentindo com a penetração. Se nada em particular lhe vier à cabeça, descreva o que estiver fazendo (Agora vou comer você todinha, Quero ir mais fundo etc.). Qualquer coisa que deixe claro que ela o está deixando louco.

Deixe-a ficar por cima: Permitir que a sua garota assuma o controle e fique por cima oferece várias vantagens. Nessa posição algumas mulheres sentem mais facilidade para atingir o orgasmo, ajustando o ângulo da penetração e tendo o clitóris friccionado ao bel-prazer.

Proponha um papai-e-mamãe invertido: Você pode fechar as pernas e deixar as dela abertas, fazer exatamente o oposto ou, ainda, enroscar-se nas pernas dela com as suas, flexionando seus joelhos, tanto faz. Ajude-a a realizar os movimentos de vaivém segurando-a pelos quadris caso perceba que ela ficou cansada. Não tenha pressa. Lembre-se: é ela quem está comandando o espetáculo.


Faça com que ela monte em você: Além de permitir uma penetração mais profunda, você pode aproveitar para acariciar os seios dela ou massagear-lhe o corpo todo com as mãos. Comece com a posição papai-e-mamãe invertida e peça que ela encolha as pernas até ficar de joelhos, sentada sobre você com os quadris sobre a sua pélvis. Fácil e delicioso.

Peça para ela lhe dar as costas: Você se senta no chão com os braços apoiados atrás e as pernas abertas e estendidas para a frente. Ela se senta de cócoras e de costas sobre a sua pélvis, com os pés apoiados no chão. Ela se movimenta como quiser e você aproveita para beijar a nuca, sussurrar palavras de prazer no ouvidinho dela ou morder de leve a sua orelha. Delírio total para ela.

Coloque-a de quatro: As mulheres também possuem um lado animal e gostam de ser admiradas nessa posição.

Comece pelo clássico: De joelhos, por trás da parceira, penetre-a e fique em posição vertical ou ligeiramente inclinado, mas sem jogar o seu peso sobre ela. Aproveite as mãos inteiramente livres para massagear os peitinhos, o clitóris, segurá-la pela nuca ou pelos quadris. Ela irá adorar, também, se você ajudar a abrir ainda mais os grandes lábios da vagina com as mãos, alcançando o clitóris com o dedo indicador. A única ressalva é dosar a velocidade e a pressão dentro da vagina, pois movimentos bruscos poderão fazer com que seu pênis alcance o colo do útero, tornando a penetração dolorosa.

Utilize apoios: Providencie uma poltrona confortável e uma boa cadeira. Uma idéia é fazê-la sentar-se no seu colo dando as costas para você (que se encontra sentado na poltrona). A cadeira servirá de apoio para as mãos da gata, quando você incliná-la para a frente. Estimule a fantasia da parceira dizendo que é desse jeito que você a imagina quando está no carro pensando nela. Além disso, as mulheres gostam dessa posição porque seu pênis preenche cada milímetro da vagina, enquanto você a presenteia com beijos e lambidas nas orelhas, no pescoço e na nuca e suas mãos alisam os seios ou a barriguinha.

Sexo anal: Essa NÃO é a modalidade favorita das mulheres, mesmo que muitas já tenham se tornado adeptas. Isso não significa que você não possa fazê-la mudar de opinião, desde que de comum acordo.

Tome precauções prévias: Mesmo que você consiga levá-la à loucura com sua técnica, uma infecção posterior pode tornar a aventura desastrosa. Use sempre camisinha e lave cuidadosamente seu pênis antes de partir para qualquer outra prática (como o sexo oral ou vaginal).

Abuse do lubrificante: Como o ânus e o reto não produzem lubrificação natural, passe uma boa quantidade de lubrificante no seu pênis e na sua gata antes de partir para a penetração propriamente dita. Esqueça a vaselina e compre na farmácia produtos à base de água (como o KY gel ou líquido, da Johnsons).

Prepare o território: Sexo anal não significa penetração pura e simples. Comece, portanto, com uma aproximação digital. Faça movimentos circulares por fora do ânus, umedeça os dedos com lubrificante (ou saliva) e, muito devagar e carinhosamente, vá chegando perto de sua meta. Se preferir, use a língua e, para que ela se mantenha excitada, deixe a outra mão escorregar pelo clitóris e pela abertura da vagina, presenteando-a com um duplo prazer. Penetre então o ânus com um dos dedos (o indicador) e faça movimentos de vaivém lentos e compassados. Quando ela estiver se acostumado com esse tipo de penetração, lubrifique a região um pouco mais e introduza a cabeça do pênis. Prometa (e cumpra) que irá parar se ela sentir qualquer tipo de desconforto. Controle o ímpeto de chegar muito fundo na primeira vez. Se seguir todos os passos, ela logo lhe pedirá um bis.

Posições de especialista:

Você de joelhos, ela agachada. Você fica agachado na ponta dos pés com os dois joelhos apoiados no chão. Ela o enlaça com as pernas pela cintura enquanto você a penetra abraçando-a pelas costas e beijando-a com sofreguidão. Alguma dúvida de que ela vai adorar?

Deite-se e estique suas pernas para a frente enquanto ela faz o mesmo. Ela mantém a perna direita sobre o seu ombro esquerdo. A perna esquerda dela passa debaixo da sua perna direita (o encaixe se parece com uma tesoura). Os movimentos devem ser sinuosos e lentos, já que a mobilidade fica ligeiramente prejudicada, mas o resultado compensa.

Na hora que ela estiver de quatro, fique de pé e levante-a pelas pernas, fazendo-a enlaçá-lo pela cintura. Penetre-a lentamente e diga a ela que jamais viu vista tão linda.

Ela se deita de lado, com um travesseiro debaixo da cabeça. Você se ajoelha por trás, a segura pelos quadris e a penetra, massageando com o pênis o começo da vagina (e provavelmente o ponto G). Ela suspira de prazer enquanto você incrementa a posição massagendo os seios e o clitóris.

Descubra onde ficam o clitóris e o ponto G

O ponto Grafenberg, conhecido como ponto G, é uma saliência localizada no fundo da parede frontal da vagina. Tem o tamanho médio de uma moeda de 5 centavos. Para localizá-lo, imagine um relógio dentro da vagina, com o doze apontado para o umbigo. O ponto G está entre o onze e o um. Ele costuma ficar protuberante quando a mulher está excitada. Você pode massageá-lo com o dedo ou com o pênis de forma persistente. Só não vale fazer disso uma gincana.

O clitóris está localizado no alto da vulva, no alto dos pequenos lábios, coberto por uma membrana delicada repleta de terminações nervosas. Grosso modo, a parte externa assemelha-se à glande masculina, em tamanho reduzido. Quando a mulher se excita, ele dobra de tamanho. Para atingi-lo com absoluta certeza, às vezes é preciso afastar levemente a pele que o recobre, para não atrapalhar a sensação das carícias. Na dúvida, vale perguntar se você está no lugar certo.

Coisinhas que as garotas adoram

Agora que você já está a caminho de tornar-se um expert na arte deagradar uma mulher, experimente seguir em frente com algumas dicas infalíveis para proporcionar a ela (e a você) ainda mais prazer antes, durante e depois:

Detalhes fazem a diferença: sussurre coisas eróticas ao seu ouvido no elevador...Prepare o cenário. Pode parecer óbvio, mas lençóis limpos, música suave, luz indireta (não escuridão) e celular desligado fazem a maior diferença para as mulheres. Se for levá-la para o motel, não banque o pão-duro.

Muitas mulheres reclamam que os homens não conversam durante o sexo. Então, a solução é simples: converse. Não é preciso fazer sexo auricular, mas capriche na tonalidade da voz e diga algo bem básico como Você me deixa louco de tesão. Viu? Nem doeu.

Se estiver usando gravata antes de começar as preliminares, desfaça o nó olhando fixo nos olhos dela, como se tivesse escondendo algo. Pendure a gravata no pescoço dela e puxe-a para si para um beijo longo e caprichado. Aproveite depois o acessório durante o sexo para amarrar os pulsos dela (com um nó frouxo, por favor) e praticar algumas das carícias sugeridas na seção Preliminares.

Leia poemas ou contos eróticos para ela, faça comentários eróticos em lugares inusitados (num restaurante, no metrô, no escritório), alugue um vídeo estimulante (Último Tango em Paris, Instinto Selvagem, Uma Rua Chamada Pecado), leve-a para transar no quintal, no seu escritório depois do expediente ou na lavanderia da esquina, às 4 da manhã. Seja ousado de vez em quando.

Revele a ela, tintim por tintim, as suas mais picantes fantasias sexuais. Pode ser um encontro casual num shopping center. Ela vai ficar excitada ao ouví-lo falar sobre isso com tamanha exclusividade. Claro, inclua algumas pistas de que a protagonista de todas as situações descritas é ela mesma. Só não vale forçar a barra para tornar todas as fantasias realidade de imediato (nem sempre as mulheres encaram um convite para sexo a três logo de cara).

Deixe o preconceito de lado e compre um vibrador para ela, ou um massageador elétrico. Use de vez em quando e escolha a rotação mais baixa (a potência alta pode ser dolorosa). Se a idéia não faz sua cabeça, ao menos invista numa ducha com chuveirinho. A pressão da água vibrante (morna) na vagina irá transportá-la para as nuvens.

Ofereça-se para dar banho em sua gata depois do sexo. Massageie o corpo dela com um bom sabonete líquido, enrole-a numa grande toalha macia e passe creme hidratante em massagens circulares, fazendo-a relaxar ainda mais. Ela vai pensar que está no paraíso.

Vá para a cozinha e volte com um lanchinho light para a gata. Frutas, sanduíches integrais, morangos regados com champanhe ou torradas com caviar, o importante é que você alimente sua fêmea com todo o cuidado. Mimos especiais depois do sexo, acredite, melhoram muito o desempenho feminino no próximo encontro.